Pesquisar no Blog ou Web

Carregando...

domingo, 24 de outubro de 2010

Exercícios: Parnasianismo X Simbolismo

  Parnasianismo
Assim como toda escola literária depois do Romantismo, o Parnasianismo surgiu na França, em meados do século XIX, contemporâneo ao Realismo e ao Naturalismo. E assim como o Realismo e o Naturalismo, o Parnasianismo surgiu como reação ao lirismo romântico, criando uma poesia objetiva e impessoal (ao contrário da romântica que era subjetiva e pessoal). Os poetas parnasianos ficaram conhecidos por sua obsessão pela perfeição formal ou estética dos poemas. Tal perfeição pode ser observada em seu vocabulário (escolhido minuciosamente e com palavras rebuscadas, tanto que eram chamados de "poetas do dicionário"), na métrica dos poemas (preferência pelo soneto, que tem forma fixa - versos Alexandrinos, com 10 sílabas, ou dodecassílabos, com 12). Tal busca pela perfeição é explicada pelo lema parnasiano de fazer a "arte pela arte", ou seja, sem engajamento nenhum, seja social, político, religioso ou pessoal. Com isso, seus temas são bem restritos, como os temas mitológicos (perfeição), metalinguísticos (falando sobre o trabalho do verso), descritivos (falando sobre a arte ou objetos de arte)... Nos metalinguísticos, os poetas geralmente comparam seu trabalho com o de um ourives, engenheiro ou arquiteto, que cuida para que seu trabalho atinja a perfeição, mesmo que isso demande muito esforço.
Os três principais poetas parnasianos, conhecidos como Trindade Parnasiana, são:
  1. Olavo Bilac: ganhou o título de "Poeta das Estrelas", com cadeira na Academia Brasileira de Letras. Seu poema tratava do amor, de forma erótica (mas colocando a perfeição formal em primeiro lugar)
  2. Raimundo Correa: o mais "quadrado" dos três, se preocupava demais com a perfeição formal.
  3. Alberto de Oliveira
·         Simbolismo
O Simbolismo surgiu na França após o Parnasianismo, no final do século XIX, como reação ao cientificismo materialista dos realistas/naturalistas/parnasianistas. Foi a volta à temática subjetiva do Romantismo, do Barroco e inclusive da Idade Média. No lugar da poesia dedutiva do parnasianismo (ou seja, uma poesia objetiva), os simbolistas elaboraram poesias indutivas (sugestivas, subjetivas, não-lógicas, emocionais).
Como forma de aumentar ainda mais essa subjetividade e essa fuga do lógico e do real, os simbolistas apoiaram suas obras na Música, considerada por eles a mais emocional, mais completa e subjetiva das artes; e para buscar musicalidade no texto, eles usavam frequentemente a aliteração e a assonância (repetição de consoantes e vogais, respectivamente).
Como queriam fugir do mundo material, o mundo espiritual era um tema constante para os simbolistas, que usavam, muitas vezes, termos ritualistas (usados em cultos religiosos). O EU também é extremamente valorizado, sendo que a função emotiva e a poética convivem na maioria dos poemas.


Principais autores:
1.      Cruz e Sousa: poeta do branco (usava a cor para dar mais espiritualidade temática, como muitos dos simbolistas que usavam o roxo, o azul e o cinza (cores frias e bucólicas).
2.      Alphonsus de Guiumaraens: extremamente espiritualista, busca nos ritos católicos os temas para seus textos.

1. Marque a afirmativa correta:

a)   x   O Parnasianismo caracterizou-se, no Brasil, pela busca da perfeição formal na poesia.
b)      O Parnasianismo determinou o surgimento de obras de tom marcadamente coloquial.
c)      O Parnasianismo, por seus poetas, preconizava o uso do verso livre.
d)      O Parnasianismo brasileiro deu ênfase ao experimentalismo formal.
e)      O Parnasianismo foi o responsável pela afirmação de uma poesia de caráter sugestivo e musical.

2. Assinale a alternativa que tenha apenas características do Parnasianismo:

a)      culto da forma; objetivismo; predomínio dos elementos da natureza;
b)  x    preocupação com a forma, com a técnica e com a métrica; presença de rimas ricas, raras, preciosas;
c)      predomínio do sentimentalismo; vocabulário precioso; descrições de objetos;
d)      teoria da arte pela arte; métrica perfeita; busca do nacionalismo;
e)      sexualidade; hereditariedade; meio ambiente.

3. Não caracteriza a estética parnasiana:

a)      a oposição aos românticos e distanciamento das preocupações sociais dos realistas.
b)      A objetividade, advinda do espírito cientificista, e o culto da forma.
c)      A obsessão pelo adorno e contenção lírica.
d)      A perfeição formal na rima, no ritmo, no metro e volta aos motivos clássicos.
e)   x   A exaltação do “eu” e fuga da realidade presente.

  4. E sobre mim, silenciosa e triste,    
       A  Via-Láctea se desenrola     
      Como um jarro de lágrimas ardentes. (Olavo Bilac)
Sobre o fragmento poético não é correto afirmar:

a)      A “Via-Láctea” sofre um processo de personificação.
b)      A cena é descrita de modo objetivo, sem interferência da subjetividade do eu-poético.
c)      A opção pelos sintagmas “desenrola” e “jarro de lágrimas ardentes”visa a presentificar o movimento dos astros.
d)    x  Há predomínio da linguagem figurada e descritiva.
e)      A visão de mundo melancólica do emissor da mensagem se projeta sobre o objeto poetizado.

5. Com relação ao Parnasianismo, é correto afirmar:
a) É sentimentalista;
b) Assume uma visão crítica da sociedade;
c) Seus autores estiveram sempre atentos às transformações do final do século XIX e início do seguinte;
d) x O seu traço mais característico é o endeusamento da forma;
e) Seu poeta mais expressivo, Olavo Bilac, defendeu um retorno à arte barroca.

6.  Das alternativas abaixo, indique a que não se aplica ao Simbolismo:

a)      Procura evocar a realidade e não descrevê-la minuciosamente.
b)  x   O poeta evita que os sentimentos interfiram na abordagem da realidade.
c)      O valor musical dos signos lingüísticos é um efeito procurado pelos poetas.
d)     O simbolismo mantém ligações com a poética romântica.
e)      O tema da morte é valorizado pelos simbolistas.

7.  Assinale a única afirmação coerente com as características do movimento simbolista:
 a)   x   Algumas obras são bastante herméticas, justificando a referência a um estilo “nefelibata”, pela obscuridade nebulosa, consistindo não poucas vezes em uma linguagem de compreensão extremamente difícil.
b)      Evita radicalmente a abordagem de paisagens desoladamente esfumaçada, de visões esgarçadas, de um estilo etéreo e de um penumbrismo no ambiente.
c)      Nas obras há um predomínio dos fatos fisiológicos, que não de fatos de ordem espiritual e transcendente, mas apenas manifestações da matéria.
d)      Preferência pelos assuntos da época, marcadamente as questões sociais, como a abolição da escravatura.
e)      Exacerbado sentimento da natureza, que se revela especialmente quanto à apresentação do indígena e das riquezas naturais, como florestas, rios e fauna.

 8. Das alternativas abaixo, indique a que não se aplica ao Simbolismo:
      
      Visões, salmos e cânticos serenos,
      Surdinas de órgãos flébeis, soluçantes...
      Dormências de volúpicos venenos 
      Sutis e suaves, mórbidos, radiantes...

      Infinitos espíritos dispersos
      Inefáveis, edênicos, aéreos, 
      Fecundai o Mistério destes versos
      Com a chama ideal de todos os mistérios.

a)      Valores fonêmicos como elemento estrutural.
b)      O emprego adequado de símbolos.
c)      Alucinações sinestésicas.
d)   x   Exatidão descritiva.
e)      Um código novo e requintado.


9. O simbolismo caracterizou-se por ser:
a)      positivista, naturalista, cientificista;
b)   x   antipositivista, antinaturalista, anticientificista;
c)      objetivo – racional;
d)      uma volta aos modelos greco-latinos;
e)      subjetivista – materialista.

10. Assinale a afirmação que não corresponda ao Simbolismo:
 a) Evocar os objetos pouco a pouco, através de um processo encantatório que caracteriza o Simbolismo.
 b) Correspondência e inter-relações de sentidos, sinestesias.
 c) Vida literária marcada pela excentricidade, artifício, insânia.
 d) Vida introspectiva, o homem voltado para dentro de si mesmo, levando-o à duvida, as perguntas angustiantes.
 e) x Arte poética como fruto do consciente.


 Por Cristiane Toledo



4 comentários:

  1. Oi! Adorei seu blog! Estou seguindo e assinei o feed. Sou professora de Língua Portuguesa. Visite meu blog:
    http://mlmarangon.blogspot.com/
    Vou colocar um link no meu blog.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Pooow é massa mesmo exatamente tudo aquilo que vi em sala de aula :D

    ResponderExcluir
  3. a 4º questão a alternativa certa é a letra ( B )ao contrario da resposta que a senhora colocou lá ( D ),veja se estou certo... Desde já agradeço.

    ResponderExcluir